Porque é que a Osteopatia é tão procurada em hérnias discais?

A Osteopatia é uma das áreas da saúde que mais tem crescido em importância e procura nos últimos anos. Uma das razões, é pelo sucesso na eliminação da dor em situações de hérnia discal.
Contudo, quando se fala em hérnia discal, muitas das vezes o primeiro impulso é, erradamente, pensar-se em cirurgia. Há outras opções válidas que, pelo facto de não serem invasivas, e terem um custo e intervenção mais reduzido constituem-se como ótimas opções para abordagem primária a realizar. Uma dessas opções que utilizamos diariamente na FISIOVIDA é a Osteopatia.

HÉRNIAS SEM PERIGO PARA A COLUNA LOMBAR

  • É importante referir que 30% a 60% das pessoas apresentam hérnia sem sintomas, ou manifestam outros sinais, que se devem a desequilíbrios em torno da coluna lombar e não propriamente à hérnia;

  • Deste modo, uma hérnia lombar, salvo em casos extraordinários, não constitui na sua grande maioria, uma necessidade cirúrgica, pois a hérnia pode existir sem agredir outros tecidos e permitindo a mecânica normal da coluna.
  • MITOS CLÁSSICOS: a dor ciática

  • hérnia causa obrigatoriamente dor ciática. MENTIRA! A hérnia pode não causar dor ou, caso origine dor, apenas dor lombar;
  • quando existe dor tipo ciática é sinal de hérnia. MENTIRA! A maioria das pessoas que nos procuram e que sentem uma dor irradiada pelo membro inferior, não se trata de verdadeira ciática. Há tecidos vizinhos (ligamentos lombares e sacroilíacos, pontos de tensão musculares) que podem simular a dor ciática.

    Por isso, é essencial fazer um diagnóstico específico para avaliação da postura e da coluna lombar, a fim de se buscar a verdadeira causa da dor e sintomatologia.

    Porquê a OSTEOPATIA?

    A Osteopatia melhora a mecânica da sua coluna, elimina as fixações e devolve a mobilidade normal à lombar, trabalha a tensão dos tecidos e dos órgãos internos e restabelece o equilíbrio neuromuscular.