O que é a Osteopatia Pediátrica?

A Osteopatia Pediátrica é uma especialidade da Osteopatia na qual o osteopata centra a sua atenção na prevenção, diagnóstico e tratamento de diversas condições clínicas que afetam bebés, recém-nascidos, crianças, pré-adolescentes e adolescentes.
Baseia-se num conhecimento profundo de anatomia, fisiologia e biomecânica do corpo do bebé, assim como do seu desenvolvimento sensório-motor.

Um dos princípios transversais à Osteopatia e que são muito importantes na abordagem em Pediatria é a ideia de que o corpo é um sistema integrado, como “um todo”, que possui uma capacidade de auto cura/homeostase, na qual nenhuma parte do corpo funciona, ou pode ser considerada, isoladamente. Daí que se a estrutura muscular, articular, fascial, neural, arterial, cranial, etc estiverem equilibradas, as diferentes funções do corpo estarão normalizadas, diminuindo a predisposição para o aparecimento de patologia.

A Osteopatia Pediátrica é indicada em que situações?

A Osteopatia Pediátrica está indicada no tratamento de problemas congénitos e síndromes, como:

    • Deformidades cranianas, tais como Síndrome da “cabeça plana”/ Plagiocefalia ou “crânio alargado”/braquiocefalia, etc;
    • Assimetrias do crânio e da face;
    • Torcicolo muscular Congénito/Adquirido;
      Lesões do plexo braquial;
    • Obstrução do canal lacrimal;
    • Entre outros.

Está também indicada em situações que incluem os seguintes sintomas e condições específicas:

  • Check-up pós-parto: Partos com utilização de fórceps, ventosas ou cesariana;
  • Distúrbios viscerais: cólicas, “bolçar frequente”/refluxo gastro-esofágico, hérnia de hiato, gases, diarreia, obstipação;
  • Otites de repetição, sinusites, rinites;
  • Problemas na amamentação devido à dificuldade de sucção do bebé;
  • Alterações posturais tais como escolioses;
  • Alterações comportamentais: irritabilidade, choro excessivo, distúrbios do sono;
  • Alterações no desenvolvimento motor;
  • Bebés prematuros.

Porquê recorrer à Osteopatia Pediátrica?

São diversas as razões que podem motivar os pais a levarem os seus filhos a uma consulta de Osteopatia Pediátrica:

  • Intervém de forma complementar à medicina, em diferentes condições clínicas tais como “cabeça plana”/Plagiocefalia ou torcicolo muscular congénito ou em problemas que normalmente não são valorizados ou não têm o sucesso terapêutico previsto na abordagem com a medicina convencional, tais como cólicas, “bolçar frequente”/refluxo gastro-esofágico, gases, diarreia, obstipação, irritabilidade, choro excessivo ou distúrbios do sono;
  • Para prevenir problemas de saúde na criança e durante o seu desenvolvimento como adulto, decorrentes do processo de gestação e parto, que estão na base frequente de alterações na estrutura física do recém-nascido podendo originar alterações como escolioses, má oclusão dentária, astigmatismo, irritabilidade:Durante a gestação: o bebé cresce à medida que o espaço no útero diminui, o que leva a que as formas maternas moldem o corpo do bebé deixando-lhe uma memória postural;

    Processo do Parto: É seguramente um dos momentos mais difíceis e stressantes na vida de uma criança. O recém-nascido é submetido a muitas tensões durante esta fase: o útero empurra-o contra as paredes do canal vaginal, processo que obriga o bebé a reposicionar-se, rodar sobre o seu próprio eixo, enquanto é comprimido entre os ossos pélvicos para que depois ocorra a fase de expulsão;

    Complicações no processo normal de parto: Muitas vezes, utiliza-se ocitocina artificial para acelerar o parto, o que produz contracções irregulares ainda mais fortes do que as naturais. Por fim, se for necessário o recurso a fórceps ou ventosa, novas forças são exercidas sobre o corpo do bebé.

Quais os benefícios da Osteopatia Pediátrica?

São vários os benefícios que a Osteopatia Pediátrica pode proporcionar tais como:

  • Eliminar o desconforto e a dor em condições crónicas e agudas;
  • Prevenir potenciais problemas na infância, adolescência e até mesmo na idade adulta;
  • Equilibrar as tensões nos diferentes tecidos (ossos, tendões, músculos e fáscias) que quando não tratadas podem provocar dor e ansiedade;
  • Avaliar e tratar diversas restrições de mobilidade no corpo do bebé ou da criança;
  • Estimular e melhorar o desenvolvimento sensório-motor do bebé e da criança;
    Facilitar a transição da vida intra-uterina para o mundo exterior;
  • Promover uma sensação de bem-estar;
  • Melhorar os níveis de qualidade de vida e saúde do bebé e da criança;
  • Aconselhar e ensinar os pais.

Para quem é indicada a Osteopatia Pediátrica?

A Osteopatia Pediátrica é uma especialidade que trata recém-nascidos, bebés, crianças e pré-adolescentes e adolescentes, isto é, na faixa etária situada entre os 0 e 18 anos.

Porquê optar pela Osteopatia Pediátrica na FISIOVIDA?

A FISIOVIDA destaca-se na área da Osteopatia Pediátrica pelo facto de:

  • Cada utente ter sempre um osteopata em exclusivo, durante uma hora, com diversas especializações e com experiência acumulada de vários anos de prática clínica;
  • Como em todas as outras áreas da Osteopatia, na FISIOVIDA, privilegiamos uma intervenção de excelência em Pediatria, abordando cada caso como sendo único sem, contudo, esquecer a globalidade de uma manifestação ou sintoma apresentado por estes utentes tão especiais;
  • Todos os osteopatas especializados em osteopatia pediátrica são também fisioterapeutas pelo que, na avaliação e intervenção clínica, o bebé/criança/adolescente podem beneficiar dos efeitos positivos na soma entre estas duas áreas de saber;
  • Recorre a um conjunto de técnicas manuais específicas, totalmente suaves e indolores baseadas na evidência científica, sendo por isso uma abordagem muito suave, que respeita a frágil estrutura do bebé. Na FISIOVIDA temos um profundo respeito pelo pequenino e pelo seu ritmo, daí que o tratamento e brincadeira com os pais são sempre parte integrante e facilitadora de cada consulta;
  • A FISIOVIDA privilegiar o trabalho integrado, com uma equipa bastante diferenciada, em que todos os osteopatas têm até 9/10 anos de formação especializada: 4 anos de licenciatura em Fisioterapia + 2 a 6 anos de formação em Osteopatia pela Escola de Osteopatia de Madrid (EOM) ou pela Academia Belga;
  • Obtenção de reembolso do valor investido nas consultas: a maioria dos subsistemas de saúde (ADSE, SAMS, SAD, entre outros) e seguros de saúde (AdvanceCare, Médis, Multicare, entre outros) comparticipam, em regime livre, os tratamentos realizados na FISIOVIDA, sendo que em alguns casos, o reembolso pode chegar a atingir 90% do valor investido;
  • Possibilidade de deduzir no IRS o valor investido nas consultas.
  • Possuirmos um corpo clínico com mais de 10 anos de experiência, que permite ao bebé/criança/adolescente beneficiar de uma abordagem integrada na resposta ao seu problema, através das seguintes áreas
    • Fisioterapia Pediátrica;
    • Reeducação Postural Global;
    • Pilates Clínico e Ginástica Abdominal Hipopressiva;
    • Exercício Clínico e Otimização da Performance / ECOS;
    • Nutrição Funcional;
    • Fisioterapia Dermato-Funcional;
    • Fisiatria

    ou beneficiar do conhecimento de profissionais de outras áreas externas à FISIOVIDA como:

    • Ortopedia;
    • Traumatologia;
    • Desporto;
    • Patologia Respiratória;
    • Neurologia;
    • Uroginecologia;
    • Pediatria;
    • Psicologia.

Corpo Clínico

Osteopatia Pediátrica - Fisiovida

Joana Dias

Fisioterapeuta e Osteopata

Osteopatia Pediátrica - Fisiovida

Irina Leal

Fisioterapeuta e Osteopata

Osteopatia Pediátrica - Fisiovida

Carla Oliveira

Fisioterapeuta e Osteopata

Equipa Fisiovida

Conhecer Equipa

Testemunhos

O meu bebé nasceu com Hérnia Diafragmática Congénita, fez a cirurgia corretiva e correu tudo bem mas ficou com refluxo gastroesofágico. Ele já fazia medicação mas tinha muita difículdade em dormir e estava sempre muito irritado daí procurarmos a osteopatia pediátrica. A Dra Joana é uma excelente profissional, sempre atenta ao bebé e explica muito bem o que está a fazer e o que esperar do tratamento. Vimos diferenças no bebé logo no 1º tratamento.

Liliana Carvalho

Excelente profissional, o meu bebé conseguiu corrigir todas as estruturas e dificuldades de mobilidade que foram identificadas pela osteopata! Simpatia e profissionalismo pautado por conhecimento científico.

Sheila Silva

Marcação de Consulta Online


Primeiras Consultas

Consultas Seguimento