A incontinência urinária e a acupuntura

A incontinência urinária é uma situação frequente que tem perturbado muitas mulheres e para a qual a Acupuntura desenvolvida pela FISIOVIDA no Porto dá uma boa resposta.

Há uns anos atrás, atribuía-se a conotação de incontinência à maioria das mulheres após os 65 anos. Essa dado não era verdadeiro, porque existem dados de mulheres mesmo mais jovens, entre os 15/16 anos, com relatos já de perdas de urina principalmente durante a realização de atividades desportivas. As causas de incontinência podem ser várias, enquadrando-se em três categorias: estilos de vida, alimentação e ausência/diminuição da consciência corporal.

A Acupuntura desenvolvida pela FISIOVIDA no Porto, contribui para uma redução da urgência urinária frequente nas incontinências urinárias de urgência, procura constante de WC, e na redução de perdas de urina associada à incontinência urinária de esforço (durante tosse, espirros, esforços).

A respiração é um fator muito importante na incontinência urinária segundo também a Medicina Chinesa. Desta forma, alterações do padrão respiratório vão levar a uma insuficiente distribuição de energia defensiva pelo organismo, promovendo uma depleção do organismo e como tal, um défice de regeneração deste. A expiração cria uma pressão positiva no organismo aumentando a perfusão dos órgãos internos e como tal da microcirculação dentro destes, melhorando a sua função. Desta forma, é essencial uma boa função energética do pulmão e rim no campo da Acupuntura.