Tendinites, contraturas, dor no pescoço e coluna são algumas das lesões músculo-esqueléticas que surgem relacionados com o trabalho e que a FISIOVIDA pode TRATAR, mas acima de tudo PREVENIR.

Segundo a Organização Mundial de Saúde – OMS, as “Doenças Relacionadas com o Trabalho” são patologias de natureza multifatorial nas quais o ambiente de trabalho e a atividade profissional contribuem significativamente para a causa da doença. Qualquer trabalhador pode vir a sofrer lesões músculo-esqueléticas, contudo, estas podem ser evitadas através de uma avaliação das tarefas que o trabalhador executa, da adopção de medidas preventivas e de um controlo contínuo da eficácia dessas medidas.

Segundo a OMS, as “Doenças Relacionadas com o Trabalho” provocam a perda de pelo menos 4 dias de trabalho. Estas doenças são uma das principais causas de:

  • Invalidez;
  • Absentismo ao trabalho;
  • Diminuição de produtividade.

    O mundo empresarial convive portanto atualmente com uma triste realidade: o aumento significativo dos casos de doenças ocupacionais, tem “mutilado” os seus empregados, gerando para as empresas elevados gastos com assistências médicas e perda no aproveitamento da qualificação dos seus empregados que são afastados por apresentarem quadros de dor intensos afetando tanto a sua atividade profissional, a sua vida familiar e o seu bem-estar físico, social e mental.

    Quais os benefícios ao integrar o serviço de “Fisioterapia nas empresas” da FISIOVIDA?

  • Prevenção de doenças relacionados com o trabalho;

  • Reduzir o absentismo ao trabalho, por lesões associadas ao mesmo;

  • Diminuir o stress associado ao trabalho;

  • Aumentar o ânimo/disposição para o trabalho, melhorando assim a qualidade de vida do trabalhador e ambiente de trabalho;

  • Aumentar a produtividade;

  • Melhorar a imagem da empresa perante os seus funcionários e sociedade.
  • Quais as estratégias adotadas para obter sucesso num plano de “Fisioterapia nas Empresas”?

    Recolha de diversos dados de avaliação (aplicação de questionários – anamnese, análise da tarefa, avaliação postural, avaliação do posto de trabalho, entre outros)

    Com base no resultado da avaliação é possível separar os funcionários da empresa distintamente em 3 grupos:

  • assintomáticos (funcionários sem qualquer queixa de dor/problema);
  • grupo de risco (funcionários com pré-disposição para desenvolver a curto/longo prazo patologias);
  • sintomáticos (funcionários que convivem frequentemente com dores).

    Implementação de AÇÕES CURATIVAS (no caso do grupo sintomático e grupo de risco) e AÇÕES PREVENTIVAS (os 3 grupos) da seguinte forma:

  • realização de tratamentos com o objetivo de eliminar/prevenir a dor recorrendo às técnicas de terapia manual e Osteopatia que produzem resultados mais rápidos (tratamentos com o máximo de 20/30 minutos)
  • Realização de palestras com a partilha de informações pertinentes para a melhoria das condições de trabalho;
  • Fornecimento de indicações sobre exercícios a realizar nos intervalos no trabalho;
  • Entre outros.

    Diminuimos a INVALIDEZ, ABSENTISMO ao trabalho e aumentamos a PRODUTIVIDADE!Contacte-nos