Diabetes e a Acupuntura

Será possível a Acupuntura desenvolvida no Porto pela FISIOVIDA ajudar em caso de diabetes?

As células utilizam a glicose como fonte de energia. No entanto, para que a glicose seja capaz de entrar nas células, é necessário insulina.

Após uma refeição, os níveis de glicose no sangue aumentam. O pâncreas vai libertar insulina para que essa glicose entre nas células e seja utilizada como energia.

A obesidade, o sedentarismo e o stress dificultam a ação da insulina nas células que, inicialmente, compensam com a hiperprodução de insulina. Porém, a longo prazo, terminam por esgotar a sua produção sendo necessário repô-la artificialmente.

A diabetes é, então, uma desordem metabólica relacionada com o estômago e o baço. Os níveis elevados de açúcar no sangue vão aumentar o stress e como tal aumentar a produção de cortisol e adrenalina e noradrenalina por ativação do sistema nervoso simpático. Esta ativação irá aumentar a produção de calor no organismo e como tal induzir uma diminuição de líquidos a longo prazo. Em consequência, o rendimento físico e mental vai diminuir.

A Acupuntura surge como uma boa opção de tratamento para diminuição da sintomatologia da diabetes, tais como, diminuição da sensação de calor, diminuição da secura, diminuição dos níveis de stress. Por sua vez, irá também colaborar na diminuição de complicações da diabetes (retinopatia, doença coronária, hipertensão arterial, doença arterial dos membros inferiores, entre outras).