Dor de “costas”, torcicolo, hérnia discal, tendinite e contraturas são apenas alguns dos exemplos onde a Fisioterapia Avançada desenvolvida pela FISIOVIDA produz resultados bastante eficazes.

A ajuda imediata que a FISIOVIDA pode prestar, na abordagem a problemas músculo-esqueléticas, é entender o aparecimento da sintomatologia e a sua evolução e descartar causas mais graves. É essencial investigar a(s) causa(s) verdadeira(s) da dor, através de uma AVALIAÇÃO individualizada, rigorosa e global da pessoa.

O entendimento dos sintomas permite-nos atuar no alívio da dor, mas principalmente intervir na VERDADEIRA CAUSA do problema, o que possibilita resultados melhores e mais duradouros.

Utilizando a Fisioterapia Avançada damos solução a situações como:

COLUNA VERTEBRAL:

  • Lombalgia (dor no “fundo das costas”);
  • Cervicalgia (dor no pescoço);
  • Hérnia discal lombar ou cervical, protrusão discal, dor ciática;
  • Torcicolo;
  • Escoliose;
  • “Golpe de Chicote” ou Whiplash cervical;
  • Cervico-braquialgia (mais conhecida pela “dor ciática do braço”);
  • Osteófitos – “bicos de papagaio”;
  • Síndrome do Piramidal (conhecida pela “falsa dor ciática”);
  • Coccigodinia (dor no cóccix);
  • Nevralgia Inter-costal;
  • Entre outros.

    MEMBRO SUPERIOR:

  • Tendinite no punho, ombro ou mão;
  • Epicondilite (“cotovelo de tenista”) ou epitrocleíte (“cotovelo de golfista”);
  • Recuperação após fraturas, recuperação após prótese do ombro;
  • Reabilitação pós-cirurgia de reparação da coifa dos rotadores;
  • Conflito sub-acromial;
  • Luxação do ombro;
  • Síndrome do “ombro congelado” ou capsulite retrátil;
  • Contratura de Dupuytren;
  • Síndrome do Túnel Cárpico;
  • “Pulso aberto”;
  • Entre outros.

    MEMBRO INFERIOR:

  • Coxartrose (Artrose da anca), bursite trocantérica;
  • Gonartrose (Artrose do joelho);
  • Neurinoma de Morton;
  • Entorse do tornozelo ou joelho;
  • Condromalácia patelar;
  • Síndrome de Sever;
  • Recuperação após prótese do joelho ou anca;
  • Desvio da rótula;
  • Esporão do calcanhar;
  • Fasceíte plantar;
  • Tendinopatia do tendão de aquiles ou rotuliano;
  • Tendinite da “pata de ganso”;
  • Entre outros.

    Sabia que é possível eliminar de forma TOTAL a sua dor de "estimação"?Fale Connosco