Acupuntura e o Fibromioma

O que pode a Acupuntura desenvolvida pela FISIOVIDA no Porto ajudar num caso de Fibromioma?

Os fibromiomas são tumores benignos do útero que crescem em vários locais deste órgão. Afectam cerca de 30% a 60% da população feminina em geral e 20% a 40% das mulheres em idade reprodutiva.

As mulheres que apresentam fibromiomas podem queixar-se de cólicas menstruais, dor pélvica, ou ambas. A maioria dos fibromiomas pode ser tratada conservadoramente, deixando-os ficar e fazendo um exame ginecológico de seis em seis meses, ou anualmente, de modo a controlar o seu crescimento.

No entanto, o fibromioma, dependendo da sua localização, pode comprimir um outro órgão, como por exemplo, o recto ou a bexiga, podendo aumentar a sensação de peso no recto, costas ou abdómen.

Quando o fibromioma se localiza na parte da frente do útero e numa posição relativamente baixa, a pressão sobre a bexiga pode diminuir a capacidade desta reter a urina, provocando maior frequência urinária.
Se o fibromioma adquire uma posição mais posterior a nível do útero, tal poderá provocar obstipação ou mesmo dor durante a evacuação.

O fibromioma pode, também, comprometer a circulação e comprimir as veias pélvicas desenvolvendo congestão pélvica e edema nos membros inferiores.

Podemos ainda ter um quadro de ciatalgia ou compressão do nervo obturador com dor na face interna da perna.

A Acupuntura juntamente com técnicas fasciais e Ginástica Abdominal Hipopressiva são abordagens com muito bons resultados a nível das complicações geradas pelos fibromiomas. Para além disso, mesmo a própria Acupuntura, alteração de hábitos alimentares, suplementação com ortomolecular, técnicas de descongestão pélvica e fomentação da consciência corporal poderão promover o desbloqueio da energia na pélvis levando a degeneração do fibromioma. A degenerescência do fibromioma acontece quando o núcleo do fibromioma fica privado do oxigénio do sangue e os nervos no interior deste tecido registam uma falta de oxigénio sob a forma de dor. Isto leva a uma retracção deste podendo mesmo degenerar completamente e desaparecer.