Acupuntura e a Infertilidade

A Acupuntura desenvolvida pela FISIOVIDA ajuda em casos de infertilidade.

Segundo a Medicina Chinesa, a fertilidade depende de 7 leis.

1º: É necessário uma boa alimentação que confira ao individuo energia em boa quantidade e hemograma dentro da normalidade;

2º: O campo emocional deverá estar estável;

3º: Os condutos que percorrem o nosso corpo e passam por todos os pontos de acupuntura formando canais de circulação devem estar desbloqueados, especialmente os que controlam o útero e levam Qi (energia imaterial – designação pela medicina chinesa) até ele;

4º: O útero deve estar intato, sem alterações morfológicas;

5º: A exaustão, burn-out e uma alimentação rica em gorduras, não permitirá que o fígado inicie o fluxo de energia necessário;

6º: O centro deverá estar intato, ou seja, não pode haver hemorragias intermenstruais e corrimentos anormais durante o ciclo menstrual;

7º: O aumento da tendência para hemorragias aumenta em caso de manifestações de calor interior;

A infertilidade é resultado de uma falência orgânica devido à disfunção dos órgãos reprodutores e/ou dos gâmetas.

A Medicina Chinesa tem conseguido ótimos resultados neste campo normalizando os agentes internos (emoções) pelos quais somos postos à prova diariamente bem como promove o equilíbrio energético desbloqueando todos os condutos/canais para que circule Qi corretamente por todo o organismo.