A Fisioterapia Avançada desenvolvida para a Coccigodínia

A Fisioterapia Avançada desenvolvida pela FISIOVIDA é uma “ferramenta” muito útil para ajudar a resolver uma dor no cóccix.

O QUE É A COCCIGODÍNIA?

A coccigodínia, ou dor no cóccix, é um problema que afeta o osso do cóccix, que é um pequeno osso, o último da coluna vertebral, articulado ao sacro formando a articulação sacro-coccígea.
Possui vários ligamentos, responsáveis por manter a sua posição e também músculos que ajudam na sua mobilidade e que o relacionam com o esfíncter anal e bexiga.

Muitas vezes, a dor na região do cóccix, ou coccigodínia, tem origem no sistema ligamentar. Por outro lado, outros sintomas podem estar em relação com debilidade dos músculos, como por exemplo uma ptose ou “queda” do ânus ou da bexiga, ou com a sua contratura, que impede ou dificulta a micção.

Este pequeno osso apresenta mobilidade própria, acompanhando normalmente o mesmo movimento do sacro, mas também durante o parto, a defecação e as relações sexuais.

Quando há fixação em determinada posição, restringindo o movimento, temos alterações a nível ligamentar, muscular e também visceral que, como já referido, podem estar na origem de dor ou outro tipo de sintomas.

Uma disfunção do cóccix pode ser primária e ter uma origem traumática, por quedas ou durante o parto, ou pode ser secundária, adaptando-se a problemas craniais, das articulações sacro-ilíacas ou viscerais.

Outro tipo de patologias como entorses, luxações, fracturas ou tumores podem estar na origem de uma coccigodínia, pelo que é fundamental que, um bom diagnóstico, defina com precisão a origem do problema. Uma avaliação eficaz garante a rapidez e eficácia do tratamento realizado e, nesse aspecto, os profissionais da FISIOVIDA são capazes de lhe dar uma grande ajuda.

Na FISIOVIDA, com recurso a técnicas de Fisioterapia Avançada podemos ajudá-lo eficazmente na melhoria desta condição.

Os profissionais, pela sua formação especializada, poderão ainda considerar pertinente, mediante a rigorosa avaliação efectuada, usar técnicas Osteopáticas, mais específicas para as disfunções identificadas, bem como para as vísceras e estruturas em relação.

A R.P.G., pela sua globalidade poderá também ser uma grande ajuda, principalmente quando a parte estrutural e muscular se encontra mais envolvida nas coccigodínias.

Por ser um osso demasiado pequeno, muitas vezes não lhe damos a devida importante. Preste atenção aos seus sintomas, pois muitas das vezes poderão esconder situações mais significativas. Na FISIOVIDA, estamos disponíveis para o ajudar.